Interiores / 29 Noviembre 2012

O último passageiro

Gerais
QuemGerardo (37). Ajudante em realizações para publicidade.
OndeVicente López, Província de Buenos Aires.
O queAluga uma casa que tem cem anos, que pertence à antiga estação de trem Aristóbulo del Valle.
QuantoHá alguns meses.

A casa
ÊxitoFinalmente conseguiu encontrar um lugar para guardar todas as coisas que sua família recusava e que não tinha lugar no mundo. Agora os tios as veem brilhar e não conseguem acreditar.
Para inspirar-sePoema Bat Soilik e Emmas Designblogg
O que faltaResolver um pequeno problema: as goteiras! E dos supérfluos conseguir a mesa de centro definitiva.
Os objetos
SalvariaOs discos e todas as ferramentas. E, mesmo que confessa que não é nada confortável, salvaria a cadeira de balanço.
Com suas mãosEntra em ação para deixar a casa no ponto.
IntolerânciaNunca teria esta banqueta.
Nunca sobramBonecos!
É difícilEncontrar essa maldita mesa de centro.
A vida aí
O piorLimpar os vidros.
O melhorCuidar do jardím.
AromasFlores e umidade.
Som atualhttp://www.fluxfm.de/, http://www.rtve.es/radio/radio3/, o barulho do trem.
Limpeza geral5 (mas arrumado seria 9, hein)
Festeja-seOrganiza lanches da tarde: tecidos, toalha de mesa, almofadas sobre a grama, com frutas, pães e chá. Para pintar!
RELAÇÕES
PetsFlorián (idade desconhecida), gato.
Por que
Ele é o último que habitará esse lugar, porque dentro de algum tempo será demolido (muito triste). Mas, mesmo assim, todos os dias ele deixa o lugar um pouquinho melhor.






























Fotos: María Tórtora y Lucía Luna Crook