Interiores / 9 Marzo 2011

A sorridente

Quando fomos conhecer a casa recém estreiada da nossa amiga Vero, haviam passado somente algumas semanas da mudança. O que podiamos imaginar? Caixas ainda lotadas. E talvez a possibilidade de colaborar com a organização.

Nada a ver o que tinhamos imaginado. Se ela é o melhor exemplo de menina-com-formiga-na-bunda, carro chefe do olhar contente sobre todas as atividades, era bastante lógico que já estivesse quase tudo resolvido. Resolvido e lindíssimo!

Vero tem uma espécie de vício por fotografar, que vai de mãos dadas com seu outro vício: imprimir. E aí a chave de muitos cantos da sua casa, que não seriam os mesmos sem essa grande seleção de imagens coloridas. Quer mais? Abundância de almofadas e travesseiros, a cama que confortavelmente faz as vezes de sofá, uma biblioteca generosa que permite alojar louças exiladas da cozinha super pequena e balinhas pelos cantos para não deixar de beliscar.

[Você lembra de sua casa anterior?]

Fotos: María Tórtora