secretária / 29 Agosto 2010

Dias

Por María.

Eu estou cem por cento dentro do grupo das pessoas que gostam de adicionar charme na casa. O que eu chamo de charme? A palavra AMOR. Faço planos para que ela fique linda e quase sempre coloco em prática, me esforço para solucionar conflitos quando existem, e até penso nela quando não estou.

Mas não é sempre que isso acontece. Existem dias de amor e existem dias dos outros.

Hoje me levantei e minha casa apresenta as seguintes imagens:

O sofázinho do quarto, o mesmo que ficou tanto tempo esperando a chegada do estofado perfeito, está sepultado abaixo de uma montanha de roupa suja. Tento ir tirando as roupas de cima, e a medida que faço isso vou fazendo uma conta regressiva dos dias da semana que já passaram. Sexta – quinta – quarta de noite – quarta – terça – segunda.

Um jogo de copos que me conquistou numa caminhada pelo bairro de Once, uns que têm florzinhas e circulinhos, se multiplicam usados na pia da cozinha. Quantas pessoas estiveram na minha casa durante essa semana? Eu e mais um. Como consegui usar TODOS os copos? Inclusive os rachados que eu deveria ter jogado no lixo.

Ahhh…Minhas plantas! Lindas em seus vasinhos coloridos perfeitamente combinando com a espécie que contêm. E aí estão, implorando-me por pouco de água. E eu… dou uma de louca. É que não está fazendo tanto calor, né!

Bom, tenho duas opções: Ligar o som e fazer uma limpeza profunda, ou pegar minha jaqueta, as chaves e passar o dia longe desse caos.

Tchau, fui.