Interiores / 1 Junio 2010

Casa de mudanças

Estamos comemorando o nosso primeiro ano de vida (Yeah!), e em um ano podem acontecer muitas coisas. Apostamos uma grana que em nenhuma das casas que visitamos continuam iguais. As pessoas se mudam, se juntam, se separam, têm filhos, vêem diminuir ou aumentar o salário ou simplesmente mudam de gosto. Além disso, se desfrutamos decorar, não queremos que termine nunca!

*********

Logo após a nossa visita, Bilo se mudou á uma casa menor, mas com um terraço invejável. Mesmo que alguns móveis sejam o mesmo, estamos diante de um lugar super diferente.

Bilo “quase não tenho armários.” Deixou de reclamar, pintou uma das estantes de pinho e colocou-a no corredor de entrada da cozinha. “Uh, e onde coloco os discos?” Algumas estantes de madeira postas ao longo do cômodo todo solucionaram o problema. “Preciso preencher mais as paredes”. Um pouco de fita isolante se transformou em um mão lutadora (perfeita!) no setor de trabalho e que também contagiou o banheiro. E com papéis lindos e molduras de vidro inventou quadrinhos para a sala. Pendurou um tecido na parede para obter a cabeceira da cama que faltava e uma caixa de feira virou mesa de centro num por enquanto que poderia durar.

Vasos-balde, vasos-latas, passarinhos feitos de pregos e lã, gaveta- revisteiro…Se o passar do tempo afia os nossos recursos, não temos medo da aposentadoria!

Fotos: María Tórtora