Interiores / 11 mayo 2010

A teoria da evolução

Paula confessa que ela e o marido Sandro, nunca se interessaram pela decoração da casa até que chegaram á esta, em Pacheco, onde vivem hoje com seus três filhos: Candela, Lorenzo e Camilo. Escutar essa declaração enquanto se caminha por cada canto da casa, onde há interferências de suas mãos é surpreendente.

Começaram pegando o gostinho ao passear pelas lojas e feiras de antiguidades típicas da região onde vivem. Aceitar doações de coisas em desuso por parte dos amigos e familiares (muitos se arrependeram quando viram os resultados, mas…o que se presenteia não se pede de volta!) nos levou para olhar com outros olhos as coisas que encontraram abandonadas: cadeiras, torneiras, portas de armários, ventiladores…e encontram lugar pra tudo, e inclusive novas funções.

O resultado deste caminho fez com que sempre estejam concentrados em projetos novos para a casa, que acompanha os movimentos de seus habitantes. Mas não é só isso: Paula garante que essa tranformação trouxeram mudanças inestimáveis em suas vidas. Além do cenário de seu cotidiano, foram modificadas as prioridades, os interesses, gostos…Para melhor, lógico.

Fotos: María Tórtora