Interiores / 23 febrero 2010

Ordem e Progresso

Quando vemos por aí casas como esta, nossa tendência é pré-julgar: “Têm grana, assim qualquer um”. Mas já sabemos que os preconceitos não são bons: não que tudo foi feito com dois contos, mas aqui a chave do sucesso a obsessão produtiva de sua responsável, Maggie. O fato de ter tudo pensado com antecedência colaborou para aproveitar cada oportunidade: de cada viagem que fez antes de se casar com o Diego trouxe coisas para sua, em neste momento, futura casa (desde muitos objetos até fotos com impressões gigantes em tecido). Aproveitou estratégicamente cada presente de casamento.

Além de ter tudo previsto, é uma ótima buscadora de tesouros usados: qualquer saída antes do trabalho é ocasião para visitar feiras ou mercados e fazer amizade com os vendedores para que eles a deixem por dentro das novidades. E se eles não lhe dão muita atenção, ela os persigue! Assim conseguiu as cadeiras da sala, vários sofás, o guarda roupa que se tornou guarda louças, a cristaleira de madeira e até o empapelado do banheiro.

Fotos: María Tórtora