Interiores / 22 noviembre 2009

Me engana que eu gosto

Continuamos conhecendo o bairro de Almagro: Hoje, neste apartamento de apenas um cômodo enorme da Lucía (jornalista). Ela conta que é bastante solitária e que não há nada que desfrute mais que passar os fins de semana em casa de pijamas e comendo coisas gostosas. Se esta linda paisagem entra no combo…nós também queremos, hein.

O lugar já vem de fábrica com uma grande instalação de molduras brancas, sobre a pintura cinza clarinho não passam despercebidas. A parede empapelada que escolta a cama é outro acerto.

E ainda fica melhor: Um gaveteiro qualquer pintado de vermelho e uma cadeira orfã são improvisados como mesinhas de luz. Postais e imagens lindas e pequenas situadas estratégicamente fecham a composição de cada canto e devolvem a idéia de uma casa simpática. Na cozinha, as estantes sem portas cheias de louças coloridas são indiscutivelmente as estrelas do pedaço. A mesa, as cadeiras desfarçadas de toldo e a cor turquesa são como pérolas. O encanador quebrou todos os seus azulejos e deprimiu a sua cozinha? Aproveite!

[Alguém deve ter notado a mentira: Na realidade Lucía é um personagem de ficção criado por Carolina Aguirre para o blog que se converteu em livro “Cita a Ciegas”. Foi interpretada por Muriel Santa Ana pela novela exibida pela TV Pública em 2009.

Escapamos até os estudios em Martínez e conhecemos a casa de ficção de Lucía. Nos deu uma infinita pena que era apenas um cenário, é que parecia mesmo uma casa real. Uma Casa Chaucha!]

Fotos: María Tórtora